Kit de sobrevivência


A Tamila, do Frescuras de Mulher, fez um post que me deixou com muita vontade de comprar o Blot Powder, da M.A.C. E não sosseguei até ir ao site da M.A.C e depois comprar o meu.

A unique pressed powder designed primarily to provide shine control without adding any noticeable colour or texture.

Essa descrição bastou.

Minha cor é a light, e fiquei meio chocada, achando que poderia ser muito fake, mas funcionou super bem!Usei ele diversas vezes, retoquei de tempos em tempos ao longo do dia (às vezes bem suada também) e nada de ficar uma maquiagem pesada. Ele serve mesmo pra só absorver a oleosidade perversa e me deixar feliz, sem brilhos indesejáveis, ao longo do dia. Fora que dá tranquilamente pra retocar nas áreas de mais oleosidade sem ficar com a tonalidade diferente.

Ele vem com uma esponja, super fofa mas nada prática. Primeiro porque ela fica em contato direto com o produto, o que não me agrada (ciclo: passa na pele suja, guarda, passa na pele suja) e também porque o pincel fica bem mais natural. O espelho quebra um galho, claro.

Amei a dica, amei o produto e tenho certeza que não consigo mais viver sem ele. Até mesmo quando estou sem maquiagem uso na pele pra dar um ar matificado natural, fica otimo!

Usei com o pincel 129, da M.A.C mesmo, mas estou procurando um novo, porque agora eu quero saber de muitos pincéis!=)

Custou uns 25 dólares, eu acho, que foram muito bem gastos!

Anúncios

Tinha uma amostra do Take the day off, demaquilante da Clinique, aqui em casa há algum tempo mas ele estava intacto. Aproveitei a viagem e a embalagem pequena e prática dele para testá-lo.

A embalagem é super segura, não vazou nada e coube direitinho no necessàire previsto. É, isso é um ponto que conta muito, já que ninguém quer chegar no destino com um produto pela metade e roupas manchadas.

Quanto à ele, bifásico para remover com facilidade maquiagem à prova d´água e outros produtos punks, fiquei numa relação duvidosa.

A maquiagem sai rapidamente, basta passar um pouco no algodão e ir tirando normalmente que tudo parece dissolver mesmo nele, sem deixar nenhum resíduo do mais poderoso rímel. O problema vem depois. Eu sempre lavo mesmo o rosto depois de remover a maquiagem mas o uso do Take the day off torna esse passo crucial, porque ele deixa a pele super oleosa e gosmenta mesmo, então tem que lavar o rosto depois, se não já era!

Minha dermato indicou que eu usasse o Cold cream lip balm, da Avène em períodos de tempo mais seco ou caso ficasse com alguma alergia novamente. E eu pensei “ai, mais um balm na minha vida..”

Só que esse balm da Avène é realmente muito bom, e como eu tenho os lábios bem ressecados em qualquer situação/ambiente/clima, ele virou o balm oficial.

Composição:

  • Cold Cream (óleo de amêndoas, cera de abelha, óleo de parafina, água de rosas): nutritivo e hidratante.
  • Sucralfato (2%): cicatrizante.
  • Água termal da Avène: calmante, anti-irritante e antiinflamatória.
  • Vitamina F: reparador de tecidos.
  • Vitamina E: ação anti-radicais livres.
  • Manteiga de Karité (1%): hidratante.
  • Vitamina F: anti-ressecante.
  • A textura é um pouco diferente dos balms comuns, ele é bem consistente e forma uma camada nos lábios, mas isso não é problema para aplicar batom depois.A melhora do ressecamento foi super rápida e tenho usado diariamente e sinto bastante diferença!
    Mas quem não quer passar batom, não tem problema!Ele deixa um leve “perolado” que eu achei providencial.(tentei tirar umas fotos mas não deu pra ver direito)

    O cheiro dele é super suave, nada parecido com manteigas ou ceras que vemos por aí que dão até enjoo, o que é, sem dúvida, um ponto excelente!

    O que realmente deixou a desejar foi a ausência de … proteção solar!Achei estranho isso, já que atualmente tudo quem FPS e por que esse deixaria de ter?  De qualquer forma eu tenho usado ele ao longo do dia, e quando saio do trabalho uso o Epidrat Lábios.

    O preço foi a melhor parte! Estava esperando uma facada, e só paguei R$22,00!

    Que pincel é investimento e parte importante da maquiagem todo mundo já sabe. E depois que comecei a me interessar mais por maquiagem, vi que tinha que comprar pincéis. Bons e novos.

    E eu também não queria viver de esponjinha. Não mais.

     Adoro os pincéis da MAC, são muito macios e os pequenos, práticos de usar e levar por aí. Fora que quando eu comprei a vendedora foi um doce e me ensinou a usar todos. Não tinha muita prática mas tenho arriscado e ficado bastante satisfeita!

    Como não sou provida de muitas riquezas, tenho poucos e bons.

    129: para pó/blush. Eu adoro e não consigo mais viver sem para aplicar o pó. Eu só tinha o da coleção Adoring carmine (o vermelho) mas meu tio trouxe pra mim uma versão especial, tão pequenina quanto, para eu poder levar na bolsa e usar sempre. Ainda vem uma bolsinha fofa e ótima pra ele ficar guardado.

    219 : para esfumar. fica lindo!De verdade, eu nunca achei que pudesse se r capaz de fazer um smoked. Também pode ser usado pra iluminar o cantinho.

    239: para aplicar a sombra. Muito prático, se encaixa na pálpebra.

    266: chanfrado. para delinear. O mais dificilzinho pra mim.

    316: uso para ter mais precisão ao aplicar batom. Perfeito, to numa fase “batom”.

    195, único com cabo maior, é da coleção Well-defined e comprei pra usar com o corretivo. Uso quando estou com mais tempo, porque na maioria das vezes uso dedinhos para aplicar o corretivo.

    Não podemos esquecer que a limpeza dos pincéis é fundamental para manutenção, durabilidade, qualidade e higiene de quem usa. O ideal varia de acordo com a utilização. Um bom produto e depois deixar secar, sem usar secador, nada disso.

    E, comparando, a aplicação fica muito mais natural e bonita usando pincéis de qualidade e boas cerdas. Fora que mais fácil, também.

    É, eles são muito caros por aqui no Brasil e vale esperar as coleções especiais* que ficam disponíveis aqui na época do Natal (elas estão no Free Shop o ano inteiro**). A minha é “Adoring carmine“. O preço do kit vale muito a pena comparado com o valor de um único pincel.

    * Geralmente são três opções: uma de pincéis básicos (os meus: 266SE, 316SE, 219SE, 239SE e 129SE) ; uma de pincéis para os olhos (209SE, 275SE, 212SE, 217SE e 252SE) e uma de pincéis para o rosto (194SE, 168SE, 190SE e 187SE)

    ** estavam pois o Free Shop anda suuper vazio, inclusive de coisas MAC e minhas amigas ficaram sem suas encomendas.

     

     

     

    Já tava com esse post engatilhado pra contar o que tinha levado na necessaire de mão quando fui pra Buenos Aires mas não tinha foto, não lembrava de tudo então ficou pra depois.

    A boa notícia é que semana que vem vou viajar de novo, e como já estou vendo o que vou levar, posso contar por aqui.

    É importante que as coisas fiquem num recipiente transparente. Se você não tem uma necessàire assim, pode ser um daqueles saquinhos ZipLoc. Ah, não pode haver nada com volume maior que 100mL, se nao me engano.

    dsc03675

     

    – Lenços umedecidos Intimus

    – Grampos, elásticos e escova para cabelo

    – Lenço lindo xadrex

    – Máscara para os olhos e protetor auricular

    – Lixa de unha

    – Lencinho Kleenex

    – Fio dental, escova, pastinha e mini Oral B (não estão todos na foto)

    – Blush mousse Maybelline

    – Touche Eclat, Lápis natural Contém 1g, Lápis preto Revlon ótimo para smoked eyes básico (só sei fazer assim..rs)

    – Pó compacto Shiseido, corretivo MAC

    – Gel creme hidratante para o rosto, Nivea

    – Gel higienizador e potinho com creme Neutrogena

    – Hidratante labial Epidrta e batom MaryKay