Quando vi esse adesivo logo lembrei de nós, mulheres que aproveitam o sinal (ou engarrafamento) para retocar o batom, pasar curvex, borrifar água termal ou só conferir se está tudo ok.

Adorei!

Anúncios

Antes de viajar sempre faço a limpa nas roupas e na maquiagem, pra rever o que eu realmente preciso/quero comprar.

Lembrei, então, que não tinha mostrado ainda como eu organizei minha maquiagem. Comprei na Casa&Video por R$19,90 e achei ótimo!

Nas três gavetinhas coloquei:

Rímeis/lápis

Sombras

Blushes/bases

No “primeiro andar” tem balm, estojo Naturelle Seduction e nos buracos, batons e pincéis.

O espaço dos batons pra mim, fiqcou excelente!Por mais que eu ache que vai faltar pouco pra ele “lotar” (e pra quem tem muito batom não funciona muito bem), os batons ficam em pé, com o nome pra cima, o que facilita horroooores na hora de escolher o certo.

Uma boa idéia, bem barata, pra dar aquela arrumada na maquiagem que fica jogada por aí!

Não sei quantas de vocês já repararam mas eu, super curiosa , já vi escrito “PA++” em alguns cosméticos e também na base DiorSkin que falei ontem.

Esse “código” significa o grau de proteção contra raios UV do tipo A, que penetram mais profundamente na pele que os raios UVB e, consequentemente, são mais perigosos.

A nomenclatura “PA++” indica que a proteção contra raios UVA é moderada (já PA+ é uma proteção leve e PA+++ é uma boa proteção).

Há algum tmepo minha base Shiseido estava chegando ao fim e queria uma substituta.

Depois de muito ler/procurar decidi que seria base da linha DiorSkin com o maiornomedomundo ” DiorSkin Forever Flawless & moist extreme wear makeup”. Não a líquida, porque depois que passei a usar base compacta não quero outra vida. Faltava mesmo comprar ela em outra moeda que não o Real (em torno de R$190,00).No free shop de Lima comprei por 49 dólares. Bom, né?

Já tinha visto aqui no Brasil qual era meu tom, já que acho complicado ficar tentando descobrir a cor da base no free shop, com a pele suja, essas coisa; então foi só chegar e comprar. Minha cor é Medium Beige (030).

A escolha, sem dúvida, foi excelente! A cobertura dela é beem suave, se aplico com pincel, então, fica super natural e mesmo assim com a pele super uniforme. O único pequeno problema é que sai pó pra todos os lados! Mas a bagunça é controlável…

O que a vendedora me explicou e achei bastante curioso/utilidade pública, foi que as bases Dior que terminam com “O” são de matriz neutra, as que terminam com “1” são mais amareladas e com “2” mais rosadas. Além disso, me falou brevemente sobre as tecnologias “Nano- Stretch Network” e “Hydra-Gel System”, que, como descrito na embalagem, promovem uma cobertura perfeita e uniforme, além de funcionar para regular a hidratação da sua pele. Eu achei isso meio suspeito pra minha peles oleosas mas pensando racionalmente toda pele deve estar sempre bem hidratada e essa base é oil-free, então, não teria problemas!

A embalagem é uma graça (vó mode on) com um estojinho de camurça com as iniciais “CD” . Vem com um mega espelho, excelente!

Ela é vendida em refil também mas não acho que seja fácil de encontrar, porque já procurei bastante e nada!

Ah!!Tem FPS25 mas, nem por isso, deixo de aplicar proteção solar antes.


Mais do mesmo:

– Base Shiseido

– Porque devo aplicar protetor mesmo se minha base tem FPS?

– Anthelios AC FPS 40, La Roche Posay

O primeiro dos batons M.A.C que comprei em dezembro a ser mostrado é o Crosswires.

Esse batom é da coleção Cream Team lançada há algum tempo, já, e não é nada discreto! Digo isso porque estou acostumada com os “basicões” e me assustei no espelho com ele. Na embalagem ele é bem menos coral do que na “vida real” e depois de usar pra ficar em casa e me acostumar, posso dizer que quebrei uma barreira!rs

O acabamento Cremesheen com leve brilho, quase imperceptível, é super “normal”. Digo isso porque o batom não fica nem muito glossy nem muito seco, dois pavores que tenho! A durabilidade, M.A.C inquestionável!

A cor, como vocês podem ver(mal), é bem verão.


Prometo voltar mais tarde com ele na boca!

Sorry a montagem tosconéésima mas era pra não deixar minha promessa caducar!rs

Sempre, mas é sempre mesmo, que vou à piscina/praia me arrependo amargamente quando depois vejo o estado em que meu cabelo fica: uma palha!

E fico remoendo isso por dias e dias.

Em algum ciclo de dezembro comprei o Creme Protetor UV com extrato de coco, da linha Natura Plant. Antes tarde do que nunca, só consegui usá-lo esse fim de semana, na piscina.

Para proteção e hidratação do cabelo à exposição solar e banhos de mar/ sal e piscina/cloro, o Creme tem filtro UV e a hidratação é n a medida certa.

Com uma pequena quantidade nas mãos espalhei pelo cabelo todo, mas com muito medo de ficar ultra gosmento!Que nada! Meu cabelo ficou super macio, mesmo após entrar na piscina várias vezes. Acabei não reaplicando, como recomendado, com medo de ficar super oleoso depois, e mesmo assim achei o resultado super bom!

O cabelo fica com leveza, hidratado e ainda protegido contra raios UV.

A embalagem vem com 170 mL, o que é muita coisa porque só um pouquinho já dá pro cabelo todo (meu cabelo é “médio”, na altura dos ombros), e custou R$17,00.

O creme, claro, já entrou pra necessàire de praia/piscina.

Surprise Me(lustre), Bombshell(frost), Crosswires(cremesheen) e Made with Love(lustre).

Resolvi experimentar novas texturas e cores.

Já usei todos, e adorei cada um.

Como eu sempre quero mais, ainda não vou sossegar enquanto não comprar o Please Me (não tinha), o Saint Germain, da coleção Sugar Sweet e o Privé, da coleção Baroque Boudoir

Pra entender um pouquinho dos acabamentos de batons  M.A.C, indico esse post que virou “colinha” pra mim, do Coisas de Divas.